LavrasNotíciasSaúde

Plataforma Conectando Causas Comuns usa whatsapp para orientar sobre Covid-19

Plataforma Conectando Causas Comuns disponibiliza atendimento gratuito via whatsapp sobre dúvidas e sintomas relativos à Covid-19

A Plataforma Conectando Causas Comuns em parceria com a Universidade Federal de Lavras (UFLA), a Prefeitura Municipal de Lavras e a Unimed Lavras disponibiliza agora o agendamento de consultas on-line sobre dúvidas e sintomas relativos ao novo coronavírus, causador da Covid-19. Para os idealizadores da iniciativa, o objetivo do atendimento virtual é oferecer uma assistência profissional adequada, sem que as pessoas necessitem sair de suas casas, mantendo dessa forma, o distanciamento social recomendado.

Campanha Jornal A Gazeta de Lavras Todos contra o COVID-19Através do TeleCovid, médicos, enfermeiros e farmacêuticos esclarecerem dúvidas da população sobre sintomas relacionados à Covid-19. Para solicitar o atendimento é muito simples: o interessado acessa o site www.causascomuns.com.br, clica em TeleCovid, preenche um formulário com informações pessoais e os sintomas que apresenta, informa se possui condições preexistentes como diabetes, pressão alta, entre outras, concorda com os termos de Responsabilidade e Uso e solicita o agendamento de uma consulta com o profissional  de saúde.

O atendimento é realizado pelo aplicativo whatsapp e ocorre gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h (exceto feriados). É recomendado que em caso de urgência e emergência o serviço de saúde de forma presencial seja priorizado pelos pacientes.

Sobre a Plataforma Conectando Causas Comuns

Idealizada pela  Nous Kardia, o projeto “Conectando Causas Comuns” tem o apoio de diversas instituições de Lavras. Desde o lançamento oficial da plataforma, no dia 26 de março de 2020, já foram realizados 2.826 cadastros de pessoas que necessitam de ajuda em Lavras. Até o momento 1.499 cestas foram entregues por voluntários que continuam a receber doações. Para ajudar, acesse www.causascomuns.com.br e selecione a opção “quero ajudar”.

Publicidade

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios