BrasilLavrasNotíciasPolícia

Operação Losna, da PC de Lavras, prendeu traficante em SP com apoio da DEIC

Desdobramento da Operação Losna efetua prisão na cidade litorânea do Guarujá, em São Paulo

A Operação Losna, desencadeada pela Polícia Civil de Lavras, foi a maior desarticulação de uma quadrilha de tráfico de drogas que se viu na história de Lavras. Ela teve início, efetivamente, há quase um ano, no dia 30 de outubro de 2019, quando os investigadores da Delegacia de Tóxicos efetuaram uma prisão e apreensão de 12 quilos de drogas no terminal rodoviário “Maurício Ornellas”. A partir daí, o serviço de inteligência da PC deu início a uma investigação que se desdobrou em Lavras, Ijaci e São Paulo e resultou nos desmembramento da organização criminosa.

No dia 23 de julho, com a mobilização de mais 100 policiais civis e que contou com o apoio de uma aeronave da Polícia Civil de Minas Gerais, os investigadores começaram a seccionar os tentáculos da organização, com a prisão de 30 pessoas.

Já neste mês de agosto, a quadrilha sofreu mais um golpe e a perda de um importante tentáculo. Com o apoio da Polícia Militar e do Canil “Sargento Hélio dos Santos”, na zona rural de Ijaci, os policiais encontraram e apreenderam 8 quilos de cocaína, 2 quilos de crack e 7 quilos de maconha, além de uma espingarda calibre 12 com 6 munições, uma balança de precisão e farto material usado na mistura com droga para aumentar volume e peso. A droga estava acondicionada em um tambor plástico que havia sido enterrado. Dois dias depois, foi preso em Ijaci um rapaz de 20 anos residente naquela cidade e que integrava o grupo criminoso.

Concluída as prisões e o desmantelamento da quadrilha em Lavras e Ijaci, a atenção dos policiais civis se voltaram para São Paulo, de onde vinha a droga que abastecia a rede criminosa em Lavras e na região.

Na manhã de hoje, sexta-feira, dia 7, investigadores do DEIC (Departamento Estadual de (Investigações Criminais) da Policia Civil de São Paulo, realizaram a prisão e cumpriram buscas na casa de um dos principais membros da quadrilha alvo da investigação.

O alvo era um homem de 33 anos, que estava em sua casa na cidade do Guarujá, na Baixada Santista, quando foi surpreendido pelas equipes da PC de São Paulo. Os policiais paulistas cumpriram mandados de busca e apreensão expedido pela Polícia Civil de Lavras, a pedido do delegado Alexandre Vieira, titular da Delegacia de Repressão ao Tráfico de Drogas. O criminoso detido hoje em São Paulo, além de ser o abastecedor da rede criminosa com drogas, era foragido do sistema prisional mineiro. Foram presos na Operação “Losna”, 32 em Lavras, Perdões, Nepomuceno, Santo Antônio do Amparo, Bom Sucesso, Ijaci, Ingaí e Macuco de Minas, distrito de Itumirim e agora no Guarujá, litoral de São Paulo.

Publicidade

A operação recebeu esta denominação “Losna”, porque um dos envolvidos é conhecido nos meios policiais como “Margoso”. A Losna, a planta do absinto, é uma erva extremamente amarga usada em uma série de tratamentos desde a antiguidade.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios